Tendências do Design para 2017

0
321
tendências do design 2017

O design assim como qualquer área, sofre suas modificações ao longo do tempo. Neste mês, a Interface e a Megatech BR vão trazer quentinhas do forno diversas tendências do design, para você começar 2017 de cara nova. Digo, com design novo.

1- Minimalismo

O Minimalismo vem ganhando espaço aos poucos desde que o Flat Design começou a dar as caras, lá em meados de 2013 e ditou boa parte do que vimos no design nos últimos anos. A busca por uma representação mais simples, limpa e objetiva vem ganhando espaço principalmente nas plataformas digitais. A partir do momento que a marca e demais itens gráficos precisam ser aplicados em uma infinidade de tamanhos de telas e resoluções, ter um design minimalista diminui as chances de acabar com uma imagem poluída, pela marca não se adaptar aos mais diversos suportes disponíveis na atualidade.

Além disso, uma marca mais enxugada facilita o carregamento dela na rede, melhorando a vida do usuário. Pensando em redesenhar sua marca? Veja como o redesign pode te ajudar.

2- Experiência do Usuário

O Design de UX (User Experience) vem ganhando cada vez mais adeptos e já é uma tendência global em termos de web design. Mas o que é Design de Ux? Você deve estar se perguntando. O Design de Ux é uma modalidade que não se preocupa apenas com a qualidade visual e estética do produto digital (um hotsite, por exemplo), mas também se ele atende os quesitos de usabilidade. Ou seja, se ele facilita a vida do usuário. Se o usuário consegue utilizar seus recursos sem grandes dúvidas, se a usabilidade não é prejudicada quando trocamos de plataforma (desktop to mobile ; mobile to desktop), entre outros quesitos.

Vivemos em uma rede hiperconectada que permanece online por meio de plataformas diferentes, e é papel do Design de UX garantir a melhor experiência do usuário, independente do tamanho da tela que ele esteja usando.

experiência do usuário

3-  Logotipos Responsivos

Antes de começarmos a falar de Logotipos Responsivos, precisamos entender o que é responsividade. Em web design, responsivo é todo elemento que consegue se adaptar a diversos formatos e telas instantâneamente. Por exemplo, se eu acesso um site pelo celular e logo depois o acesso pelo computador e vejo que o slideshow da página principal está com as imagens achatadas no celular, com certeza esse site não é responsivo. Se o fosse, as imagens iriam permanecer com a mesma qualidade de exibição, independente do tamanho da tela que eu esteja usando.

Com o aumento do uso de dispositivos móveis nos últimos anos, cria-se a necessidade de que as marcas das empresas possam ser reconhecidas em qualquer tamanho de reprodução e aplicação. Logotipos responsivos são aqueles que além de se ajustarem às telas, permanecem identificáveis. Não perdendo assim sua função principal, representar a empresa.

logo responsivo

4- Storytelling

Calma! Você está lendo um artigo sobre design, não estamos falando de RPG, por mais incrível que pareça. Essa tendência combina Marketing com Design e pode trazer muitos benefícios se usada em formato institucional. “Storytelling” é nada mais do que contar uma história. A maioria das empresas que já usaram esse formato, criaram narrativas que se aproximavam do cotidiano de seus consumidores, mostrando sua participação na vida deles e os convidando para que juntos, pudessem construir uma nova história para aquela marca.

Esse formato além de criar uma comunicação subjetiva e direta com o consumidor, ainda possibilita a criação da empatia empresa-consumidor.

storytelling

5- Espaços neutros combinados com grid e boa diagramação

Espaços vazios em uma arte nem sempre é sinônimo de algo ruim. Os espaços neutros com diagramação em grid são sofisticados, limpos e irresistivelmente simétricos. Eles vêm sendo utilizados cada vez mais na elaboração de materiais impressos de rápido consumo, revistas e sites. Dão um aspecto mais organizado, facilitam a leitura, e o escanemento da arte (aquela olhada rápida sem compromisso, que diz se o material é interessante ou não).

diagramação

6- Gradiente

Lembram-se do nosso famigerado amigo Gradiente? Pois é, ele está de volta!  MAS, agora de maneira muito mais moderna e realizando uma transição mais natural das cores, sem aquela forçação de quando víamos trezentas tonalidades diferentes que sequer estavam próximas no disco de cores, trazendo um efeito catastrófico.

O novo gradiente se utiliza de cores que são próximas, o que facilita sua combinação. Ou seja, cores frias com cores frias e cores quentes com cores quentes. O Instagram e o iTunes são alguns exemplos que aderiram a essa nova versão do Gradiente.

gradiente

 

7- Cinemagraphs e Imagens 360

O Cinemagraphs e as Imagens 360 invadiram as redes sociais e serão uma tendência do design e dos projetos de web deste ano. São fotografias interativas, que permitem a criação de uma maior profundidade, além gerarem alto grau de engajamento entre os usuários.
cinemagraphs


E aí, alguma tendência que você conhece e não falamos aqui? Conta para a gente!

 

DEIXE UMA RESPOSTA