Reforma Educacional Brasileira

0
757

Reforma proposta pelo governo torna matérias como inglês e artes opcionais para o ensino médio. Matemática e português continuam como obrigatórias

Pronunciamento

O presidente Michel Temer editou, nesta quinta-feira, a Medida Provisória que reformula o currículo do ensino médio e aproveitou a cerimônia no Palácio do Planalto para ressaltar que o seu governo não vai reduzir verbas da educação. “Queremos dar um salto de qualidade na educação brasileira.” POR Michel Temer.

A Reforma

Após 20 anos desde que foi promulgada,  a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), receberá alterações significativas que reformam o ensino médio. Por meio de medida provisória (MP), o governo prevê o aumento de carga horária anual mínima da etapa escolar de 800 para 1,4 mil horas progressivamente a partir de 2017. Também institui um currículo flexível, em que o aluno poderá cursar disciplinas optativas com ênfases em áreas específicas em pelo menos metade do total do ensino médio. O objetivo é implementar o tempo de ensino integral em todas as escolas, caracterizados por, no mínimo, 7 horas diárias. A MP foi assinada ontem em solenidade no Palácio do Planalto e deverá ser publicada nos próximos dias. O texto sofreu diversas alterações ao longo do dia de ontem.

Em diversos estados, o modelo de tempo integral já é aplicado em diversas escolas. Segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, o governo investirá R$ 1,5 bilhão para que 500 mil novos jovens iniciem os estudos em ensino integral até 2018. O governo lançará editais para que os sistemas de ensino estaduais indiquem escolas para adotarem o novo modelo, de forma que sejam 250 mil alunos novos em 2017 e mais 250 mil em 2018.

As Disciplinas

O que a MP prevê é que o currículo do ensino médio foque em cinco áreas fundamentais:  linguagens; matemática; ciências da natureza; ciências humanas, e formação técnica e profissional. E fica estabelecido como obrigatório o ensino de matemática e português durante os três anos do ensino. Fica definido também que o inglês será a opção de língua estrangeira que deverá ser ofertada, no entanto, não é obrigatório que ela seja ministrada durante toda a etapa escolar. O ensino de disciplinas como artes e educação física, também poderão sofrer mudanças. Hoje, ambas as matérias devem ser ofertadas no ensino médio. A MP abre brecha para flexibilizar o ensino de ambas, ao defini-las como obrigatórias somente para os ensinos fundamental e infantil. A definição sobre como elas deverão ser ministradas será definida na Base Nacional Curricular.

A reforma prevê ainda que, conforme o aluno curse as disciplinas, ele poderá receber certificações por elas. E, caso queira alterar as ênfases em determinado momento, poderá fazê-las também. “É como se fosse um sistema de crédito da universidade”, disse o Secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Rossieli Soares. O texto ainda prevê que, caso o aluno queira. O projeto ainda vai prever a certificação de conhecimentos. Alunos que sabem inglês, por exemplo, poderão eliminar a disciplina e se dedicar a outras aulas. o novo modelo ainda flexibilizara contratação de professores sem concurso publico para atender as necessidades do ensino técnico.

Nossa Opinião (Megatech BR)!

Mesmo sendo uma plataforma de informações digitais temos que falar também sobre educação. A Megatech BR é formada por professores (presenciais e a distância) e queremos dizer que para tudo existe problemas, pensamos que se deve haver uma reforma é preciso que todos abracem a causa e queiram mudar nossa educação para melhor. Na área técnica que é a nossa, será muito importante o aluno se dedicar e querer estudar programação, design, áudio e vídeo por conta própria e não ser obrigado por instituições e grades curriculares, que assim teremos cada vez mais profissionais qualificados e criativos o mais cedo possível para evoluir o pais. Apoiamos a reforma, porem ainda temos que ver como tudo pode funcionar para ter a certeza de que isso mudará o nossos caminhos e nossos horizontes para a educação brasileira de qualidade e de verdade.

Deixe sua opinião sobre a matéria e debata conosco em nossa plataforma de Grupo no Facebook, acesse: https://www.facebook.com/groups/143403372783659/.

Até a próxima!

DEIXE UMA RESPOSTA