“A Freira” – bastidores macabro

Diretor de “A Freira” revela história de terror dos bastidores (e estamos BEM assustados)

Se existe algo mais assustador do que um bom filme de terror é, sem dúvidas, que as criaturas que vemos neles se tornem reais. O mundo está dividido entre aqueles que acreditam na existência de fantasmas e aqueles que não – e o diretor de “A Freira”Corin Hardy, com certeza faz parte do primeiro grupo depois do que ele passou nos bastidores do filme.

Conheça a história por trás das câmeras que provocou mais medo do que a freira de “Invocação do Mal”.

Diretor de “A Freira” viu fantasmas no set de filmagem

A filmagem de uma das cenas em um castelo romeno na Transilvânia deu origem a uma das experiências mais aterrorizantes para o diretor do filme, como revela uma entrevista ao site Cinema Blend.

Durante o painel da New Line na Comic-Con de San Diego, Hardy revelou que estava trabalhando em uma sala com uma única porta, quando ele entrou e viu duas pessoas sentadas ao fundo – mas ele nunca imaginou que elas não fossem reais.

“Quando entrei na sala, vi dois rapazes sentados no fundo da sala. Presumi que eram do departamento de som e falei ‘olá’. E rapidamente me virei de costas para eles. Eu estava olhando para os monitores, assistindo Taissa Farmiga. Era uma cena difícil de dirigir que me levou cerca de meia hora”, iniciou o diretor.

“Então eu estava lá sentado, havia apenas uma porta para sair e entrar naquela sala. Depois, finalmente acertamos a cena. Eu me virei para dizer: ‘Oh, você viu isso? O que você acha?’. E não tinha mais ninguém na sala. Nunca teve”, relatou.

DEIXE UMA RESPOSTA