iOS 11 já tem data de lançamento

0
212

O iOS 11 será disponibilizado para os iPhones, iPads e iPods Touch antigos na próxima terça-feira, 19. A atualização do sistema trará novidades no campo da realidade aumentada, novas telas de bloqueio e de notificações, funções voltadas para motoristas, entre outros. O download pode ser feito gratuitamente nos aparelhos suportados.

Além das novidades habituais para iPhone, o iOS 11 promete mudar radicalmente o funcionamento do iPad, que ficará mais parecido com um computador. Além disso, os aplicativos de 32 bits vão parar de funcionar na nova plataforma. Confira tudo que muda e também quais aparelhos receberão a atualização.

Aparelhos compatíveis

Pela primeira vez, o iOS será compatível apenas com aparelhos com processadores de 64 bits. Ou seja, apenas os donos do iPhone 5s ou superiores devem receber a atualização. Além disso, os novos aparelhos já virão com a versão mais recente do sistema. Confira a seguir a lista completa de dispositivos que receberão o update:

  • iPhone 5s
  • iPhone 6
  • iPhone 6 Plus
  • iPhone 6s
  • iPhone 6s Plus
  • iPhone SE
  • iPhone 7
  • iPhone 7 Plus
  • iPod Touch (6° geração)
  • iPad Air 1
  • iPad Air 2
  • iPad Pro (todas as versões)
  • iPad Mini 2
  • iPad Mini 3
  • iPad Mini 4

Principais novidades do iOS 11

Câmera: as fotos do iPhone consumirão menos espaço na memória do celular, o que deve aliviar a vida de quem tem pouco armazenamento. Para isso, a Apple anunciou um novo formato de compressão chamado HIEF que deve reduzir pela metade o tamanho das imagens. A empresa também aprimorou o algoritmo de captura para melhores resultados em situações de pouca luz, melhor uso da estabilização óptica e do flash True Tone.

Siri: a assistente vai ganhar uma voz menos robótica. Usando aprendizado de máquina, a assistente pode pronunciar palavras com diferentes entonações, o que dá mais naturalidade ao discurso. Há ainda um recurso de tradução, que vai permitir falar ou digitar algo no seu idioma e traduzir para outro. Inicialmente, o sistema suporta apenas inglês, espanhol, francês, alemão, italiano e mandarim.

A Siri também ficou mais inteligente, funcionando de forma integrada a aplicativos. Ela pode entender seus interesses e sugerir notícias em apps do gênero ou temas de conversa em programas de bate-papo por meio de sugestões de palavras do teclado. Ela também pode entender a conversa para sugerir uma transferência de dinheiro pelo Apple Pay. Tudo isso tem criptografia de ponta a ponta, que garante que a Apple não pode acessar os dados mesmo se os executivos quiserem.

Apple Pay: outra parte importante da conferência foi a expansão do Apple Pay. Disponível para pagamentos em apps, em lojas e na web, ele agora permite a transferência de dinheiro de pessoa para pessoa por meio do iMessage com autenticação pelo Touch ID. Os valores são creditados em sua conta da Apple e podem ser transferidos para uma conta bancária.

Interface: o iOS 11 trouxe um novo visual para a central de controle do aparelho. Não só ele foi reformulado como ganhou novas funções para agilizar ajustes rápidos e exibir mais informações. Este espaço também terá integração com widgets. As notificações na tela de bloqueio agora também passarão a ser integradas com a central de alertas do sistema, oferecendo uma experiência mais uniforme. A App Store também passou por uma reformulação visual grande.

Realidade aumentada: popularizada pelo “Pokémon Go”, a realidade aumentada promete ser um dos focos da Apple. A ideia é usar a câmera dos seus dispositivos para acrescentar novas camadas de informação sobre o mundo real, que podem servir para informação ou entretenimento. O novo sistema da Apple abre espaço para que desenvolvedores façam bom uso da tecnologia, com cuidado a detalhes ao nível de sombras de objetos virtuais que se movimentam de acordo com a posição da iluminação em relação à câmera.

Até a próxima!

DEIXE UMA RESPOSTA